Stefan Horochovec
Possuo 20 anos de experiência no desenvolvimento de soluções web. Nos últimos 10 anos tenho atuado como Arquiteto de Soluções auxiliando empresas a desenvolver projetos para nuvem com um grande foco em Java EE como tecnologia voltada ao backend, Angular e React voltada ao frontend e Flutter voltado ao desenvolvimento móvel. Com relação a plataformas na nuvem, atuo com projetos consumindo serviços da AWS, Azure, e GCP.

Configurando Wildfly 8 no eclipse kepler

Olá pessoal!

Dia 11 de fevereiro a JBoss anunciou a Final Release do JBoss AS, agora com um novo nome, WildFly. Obviamente que as mudanças não ficaram apenas em nome e número de versão.

Nesse post vou comentar um pouco sobre como efetuar as configurações básicas para que você possa fazer as tarefas básicas de iniciar/parar/colocar em debug o servidor para que possa trabalhar.

Bom, primeiramente, vamos efetuar o download do WildFly 8, para isso, visite o site clicando aqui.

WildFly 8 - Download

Após efetuar o download e descompactá-lo em algum local da sua preferência (só não esqueça aonde descompactou) vamos abrir o eclipse. Nesse tutorial estou trabalhando com o eclipse kepler em um workspace novo.

Bom, a instalação irá ocorrer via Marketplace, essa opção está disponível no menu Help -> Eclipse Marketplace. Quando abrir essa opção, faça uma pesquisa na opção principal sobre JBoss Tools, conforme imagem abaixo:

Eclipse Marketplace

Nesse momento vamos iniciar o processo padrão de instalação de plugins do eclipse e aceitação de licenças, etc. Não irei me estender nessa etapa, basta ir marcando que você aceita as licenças de uso e clicando em Next. A única ressalva que eu faço aqui é que você deixe todas as opções marcadas com relação as features que serão instaladas do plugin JBoss Tools.

Após a instalação um re-start do eclipse será solicitado, obviamente que deverá ser selecionada a opção que aceita a operação.

Ok, feito isso, vamos iniciar a configuração do plugin para manutenção do servidor através do eclipse.

Primeiro passo, na aba “Servers” vamos selecionar a opção “Click this link to create a new server”.

eclipse

(Não achou essa opção no seu workspace? Vá ao menu Window -> Show View -> Servers)

Após selecionar essa opção, uma nova janela irá se abrir para iniciarmos a configuração do Wildfly 8. Na primeira tela, procure a opção WildFly 8 na opção “JBoss Community”.

Configurando Wildfly

Após iremos indicar aonde o WildFly 8 foi descompactado e qual runtime do Java iremos utilizar. Eu estou utilizando o Java EE 7 SDK com JDK 7 upd 45. (Clique aqui para efetuar o download).

Configurando Wildfly

A próxima tela contem algumas opções com relação ao controle do servidor.

  • A primeira delas serve para informar se o servidor é/será controlado de forma “externa”, ou seja, ele será iniciado manualmente;
  • A segunda opção é para permitir conexões web remotas;
  • A terceira opção é para permitir que a porta de administração seja exposta;

Particularmente para iniciar seus testes com o WildFly 8, nenhuma dessas opções precisam ser alteradas. Basta clicar no botão “Finish” e a configuração terá sido finalizada.

Agora, olhando novamente nosso workspace no eclipse:

Configurando WildFly

Após iniciar o serviço pela primeira vez, temos o incrível resultado em iniciá-lo em apenas 6 segundos!

Configurando WildFly 8

Após essa etapa, já podemos abrir nosso navegador na url http://localhost:8080/ e conferir o resultado.

Wildfly

Para administração do servidor, você deverá utilizar a url: http://localhost:9990/. Entretanto, antes de tentar utilizá-lo via web, você deverá efetuar a configuração do usuário administrador do console, caso contrário, ao tentar abrir a URL receberá essa mensagem de “erro”:

Wildfly 8

Para efetuar a configuração abra um terminal e selecione o diretório de instalação do WildFly 8. Após isso, no diretório bin/ execute o script add-user.bat ou add-user.sh (de acordo com seu sistema operacional), e responda as informações que serão solicitadas.

Wildfly 8

Finalizada essa etapa, de um refresh na página de administração ou abra a url http://localhost:9990.

WildFly 8

Então era isso pessoal, com essas simples configurações você poderá começar seus testes e quem sabe portar suas aplicações para o WildFly 8.

Vida longa ao Java!

Share

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *