Stefan Horochovec
Possuo 20 anos de experiência no desenvolvimento de soluções web. Nos últimos 10 anos tenho atuado como Arquiteto de Soluções auxiliando empresas a desenvolver projetos para nuvem com um grande foco em Java EE como tecnologia voltada ao backend, Angular e React voltada ao frontend e Flutter voltado ao desenvolvimento móvel. Com relação a plataformas na nuvem, atuo com projetos consumindo serviços da AWS, Azure, e GCP.

The Developers Conference 2009 — Florianópolis

Ola pessoal, segunda (dia 9) tive a oportunidade de participar do TDC 2009 organizado pela Globalcode. Assistimos duas palestras do Rod Johnson — criador do Spring Framework, Mike Keith — Líder das especificações EJB 3 e JPA e trabalha na Oracle, Ed Burns — Líder do Expert Group JSF 2.0, e mais 4 Lightning Talks do pessoal da Globalcode e V.Office.

Rod Johnson (Spring) abriu o evento com uma palestra sobre as tendências Java EE, aonde fez uma abordagem sobre como ele vê o desenvolvimento Java EE nos próximos 5 anos. Falou muito sobre cloud computing, data centers e sobre o quanto ainda aumentará a complexidade da arquitetura de uma aplicação Java EE e as responsabilidades do arquiteto Java por mais facilidades que irão surgir no Java EE 6. Foi excelente e nos primeiros 30 minutos todos já puderam ter idéia sobre como seria o evento.

Em seguida, uma palestra excepcional. Mike Keith (Oracle) fez um overview sobre a nova versão do Java EE 6 que será lançada no dia 10 de dezembro. Demonstrou (através de slides) boa parte do novo suporte de annotations para auxiliar a produtividade do desenvolvedor. Demonstrou também todo o trabalho que tiveram para evoluir e facilitar ainda mais o uso de EJBs e todas as inovações da nova JPA (agora com Criteria). Comentou bastante sobre a fragmentação de XMLs em JARs e sobre os namespaces dos XMLs para configuração de projetos.

Logo após a palestra do Mike, o pessoal da Globalcode aproveitou a onda dos EJBs e fez um Lightning Talk sobre EBJ 3.1. Comentando sobre o projeto deles: “EJB 3.1 Code Samples” que está hospedado hoje no Kenai e tem como objetivo ensinar a galera como utilizar o EJB 3.1 — Nota 10 pra equipe da Globalcode.

Logo após o almoço, tivemos mais um Lightning Talk, agora com o Vinicius Senger aonde ele fez uma abordagem muito divertida sobre o Arduino.

A tarde, teriamos uma palestra com Chris Schalk do Google, porem, por motivos de visto ele não pode permanecer no Brasil e Rod Johnson fez uma outra palestra, a palestra sem slides, que foi ótima. Ele sentou na frente de um notebook e se matou programando e explicando o Spring ROO para que você possa ter produtividade ao máximo em Java. O Spring ROO é um framework muito parecido com o Rails para o Ruby. Muito interessante. Nessa palestra ele também demonstrou diversas funcionalidades da Spring IDE.

Por padrão, a cada palestra dos gurus, uma intervenção com um Lightning Talk pelo pessoal da Globalcode ou V.Ofiice. Dessa vez a bola ficou com o pessoal da V.Office que demonstrou uma ótima solução para celulares e telefonia VoIP utilizando o Asterisk.

E a ultima palestra dos gurus, ficou para o Ed Burns (Sun). Ele fez uma abordagem completa do JSF 2.0. Teve alguns problemas com os exemplos dele mas no mais foi tranquilo. Confesso que não fiquei surpreso com absolutamente nada que ele demonstrou, mas o JSF também está evoluindo a largos passos.

E para finalizar o ciclo de palestras antes das perguntas aos gurus, o pessoal da Globalcode preparou mais um Lightning Talk com o Vinicius Nunes aonde foi feito uma abordagem do ScrumToys. Um projeto muito legal que está disponivel nos exemplos do Netbeans (parabens a iniciativa do projeto ao pessoal da Globalcode). O projeto é bastante simples mas demonstra o uso de EJBs e do JSF 2.0.

E para finalizar o dia com chave de ouro, um painel de perguntas aos palestrantes. Eu tive a oportunidade de fazer 2 perguntas (quem me conhece sabe que eu não deixaria essa oportunidade passar em branco). A primeira foi destinada ao Ed Burns para que fizesse um comparativo do JSF 2.0 entre o Adobe Flex (claro), Silverlight e JavaFX para desenvolvimento de RIAs. Ele respondeu que depende muito do que se quer da aplicação, por isso existe espaço para todas essas tecnologias no mercado. (PS: ele fez uma cara meio feia quando recebeu a pergunta).

E outra pergunta foi para o Rod Johnson sobre a entrevista dele no Mundo Java aonde ele não pode comparar Adobe Flex X JavaFX alegando não ter conhecimento a fundo do JavaFX (na epoca), então, aproveitei para perguntar se agora era possivel fazer esse comparativo. Ele deu muitas voltas e disse o que já tinha dito, que o Adobe Flex está a todo vapor, tem uma boa IDE e de fato, as outras tecnologias precisam se esforçar para alcança-lo e tomar um pouco do mercado que ele já adquiriu.

Não fiz perguntas direcionadas ao Mike devido a sua palestra ter sido tão boa, que realmente não vi necessidade de perguntar nada, apenas aguardar anciosamente a versão do Java EE 6 para download.

Nota do evento: Dez, simplesmente dez. Ótima organização, ótimos palestrantes, tanto internacionais como nacionais. Só resta parabenizar a Globalcode pela iniciativa do TDC. Apenas achei que tinha pouca gente para ouvir quem estava palestrando. Acredito que perto de 300 pessoas acompanharam o evento. Se tratando de Rod Johnson, Mike Keith e Ed Burns, eu particularmente esperava muito mais.

Abaixo, fotos do evento e da tietagem, é obvio. Não perderia a oportunidade de registrar minha presença ao lado dos palestrantes, que tiveram a maior paciencia do mundo em tirar fotos com todos que quiseram. E ainda ganhei um capitulo no novo livro que vai ser publicado no próximo ano do Ed Burns sobre JSF. 😀

Ano que vem? Estarei lá com certeza!

Ed Burns, Rod Johnson e Mike Keith no Painel de Perguntas coordenado pela Yara (Globalcode)

Mauri (IDS), Mike Keith (Oracle), Rod Johnson (Spring) e eu (IDS)

Marcos (Banco do Brasil), Mauri (IDS), Ed Burns (Sun) e eu (IDS)

Share

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *